Agrishow: Tecnologia brasileira atrai produtor boliviano de canavoltar

Publicado em : 04/05/2017
Agrishow: Tecnologia brasileira atrai produtor boliviano de cana
Foto: Ilse, Natalia e José Eduardo visitam estande da DMB na Agrishow para adquirir a Plantadora de Cana Picada PCP 6000 Automatizada

Produtor rural da Bolívia visita a Agrishow em busca de tecnologia brasileira para plantio mecanizado de cana

O plantio de cana na Gurichi Grande é totalmente manual, mas seu proprietário quer mudar essa realidade

José Eduardo Egüez El Hale é proprietário da fazenda Gurichi Grande, de Santa Cruz de La Sierra, na Bolívia, entre as atividades da fazenda está a produção de cana-de-açúcar, que ocupa uma área de 1 mil hectares.
O plantio de cana na Gurichi Grande é totalmente manual, mas Egüez que mudar essa realidade, mecanizando a operação para agilizar o processo e não mais ser tão dependente da mão de obra. O plantio mecânico de cana realizado no engenho em que Egüez fornece a sua produção, chamou sua atenção. A operação é realizada pela Plantadora de Cana Picada PCP 6000 Automatizada DMB, desenvolvida pela DMB Máquinas e Implementos Agrícolas, localizada em Sertãozinho, SP.

“Achei o plantio realizado por essa máquina muito eficiente e vim à Agrishow para adquiri-la”, conta Egüez que em companhia de sua esposa Ilse e a filha Natalia visitaram o estande da DMB na Agrishow 2017, feira de tecnologia agrícola, que acontece de 1 a 5 de maio em Ribeirão Preto, SP.

A agricultura é a primeira atividade da economia boliviana. Os principais cultivos são de batata, cana-de-açúcar, algodão, café, arroz, milho e trigo. O estado de Santa Cruz é onde se concentra a maior produção de cana do país, que conta com seis engenhos em atividade e a produção anual está em torno de 560 mil toneladas. A safra boliviana vai de maio a novembro e a Bolívia é autosuficiente na produção de açúcar, arroz e carne.


Fonte: CanaOnline
  • Imprima
    esse Conteúdo
  • Envie para
    um amigo
  • Compartilhar
    o conteúdo
  •  
  •  
  •  
  •  
  •