Bancos de fabricantes de máquinas contam com mais de R$ 2 bilhões de crédito pré-aprovado na Agrishow 2017voltar

Publicado em : 05/05/2017
Bancos de fabricantes de máquinas contam com mais de R$ 2 bilhões de crédito pré-aprovado na Agrishow 2017

Os primeiros dados sobre vendas da Agrishow 2017 - 24ª Feira Internacional de Tecnologia Agrícola em Ação indicam boas perspectivas. Sondagem feita entre os principais bancos ligados aos grandes fabricantes de máquinas revela que o total de crédito pré-aprovado para os compradores atinge a marca de R$ 2 bilhões na edição deste ano. “Em épocas de crise, os bancos convencionais saem desse mercado, com receio dos riscos de créditos. Com isso, atuamos melhor”, comentou Márcio Contreras, diretor Comercial e de Marketing da CNH Industrial.

“Nossas expectativas estão muito melhores neste ano, comparadas com o ano passado. Entre os quatro segmentos onde atuamos, o agronegócio é o que apresenta os melhores resultados”, acrescenta Mike Janse, gerente para América Latina do Banco De Lage Landen Brasil, que atua como banco múltiplo de marcas como Valtra e MasseyFergusson, entre outras.

Segundo Janse, os sinais da melhoria de cenário podem ser confirmados pelos dados do primeiro trimestre. “Nossas operações tiveram crescimento de 50% nos primeiros três meses de 2017 em comparação com o mesmo período do ano passado. Embora não seja possível manter tal taxa de crescimento ao longo do ano, trabalhamos com uma perspectiva de fecha 2017 com aumento da ordem de 20% em relação a 2016”, informa Janse, ressaltando que nem todo crédito pré-aprovado se transforma em crédito efetivado.

O Banco John Deere, que completará 30 anos de atuação no Brasil, reforçou o total de crédito pré-aprovado para a edição deste ano da Agrishow. “Somos ágeis nas aprovações de crédito e na agricultura a agilidade é a chave”, informa Sérgio Oliveira diretor comercial do banco da fabricante John Deere. Segundo ele, as vendas pelo banco da fábrica representam entre 40% e 50% dos financiamentos de maquinários e equipamentos fechados na feira. “Fazendo o financiamento pelo nosso banco, o cliente deixa o limite de crédito nos bancos convencionais para operações de custeio”, acrescenta Oliveira, lembrando que o banco é o único de fábrica que tem linha de crédito para a agricultura familiar (Pronaf Mais Alimentos).


Fonte: CanaOnline
  • Imprima
    esse Conteúdo
  • Envie para
    um amigo
  • Compartilhar
    o conteúdo
  •  
  •  
  •  
  •  
  •