Capacidade de moagem de cana no Brasil deve subir mais de 10% até 2026, destaca diretor da EPEvoltar

Publicado em : 27/09/2017
Capacidade de moagem de cana no Brasil deve subir mais de 10% até 2026, destaca diretor da EPE

O diretor de Estudos do Petróleo, Gás e Biocombustíveis da EPE - Empresa de Pesquisa Energética, José Mauro Coelho, destacou nesta segunda-feira (25) durante a 10ª Edição do Fórum Nordeste - Oportunidades nos Setores de Biocombustíveis, Etanol e Energias Limpas, realizado em Recife/PE, as perspectivas do setor de etanol e demais energia limpas no cenário energético brasileiro de médio e longo prazo.

Segundo os dados apresentados por José Mauro na palestra: "Planejamento Energético Nacional: perspectivas de demanda e oferta de etanol, gasolina, biodiesel e diesel", a EPE trabalha com a perspectiva de que haja a expansão do número de usinas no Brasil das atuais 378 na safra 2016/17, para 396 unidades em 2026, sendo 12 novos projetos greenfields e outras 12 reativações de usinas. O documento prevê ainda o fechamento de seis unidades no período e a expansão de capacidade de moagem em 24 usinas.

Com os números apresentados pela EPE, o setor passaria de uma capacidade efetiva de moagem na safra 2016/17 de 765 milhões de toneladas de cana por safra, para 847 milhões de toneladas de cana-de-açúcar de capacidade na safra 2026.

Confira a apresentação completa do diretor da EPE, José Mauro Coelho, clicando aqui.
Rogério Mian


Fonte: Agência UDOP de Notícias
  • Imprima
    esse Conteúdo
  • Envie para
    um amigo
  • Compartilhar
    o conteúdo
  •  
  •  
  •  
  •  
  •