Construção de terminal de etanol em Araçatuba deve começar no segundo semestre deste anovoltar

Publicado em : 23/04/2014
Construção de terminal de etanol em Araçatuba deve começar no segundo semestre deste ano

A Logum Logística garantiu que o terminal aquaviário de armazenagem e transporte de etanol pela hidrovia Tietê-Paraná em Araçatuba começa a ser construído no segundo semestre deste ano e a conclusão está prevista para o segundo semestre de 2015.

Segundo a empresa, o projeto de Araçatuba "segue os trâmites normais de detalhamento de engenharia e licenciamento previstos no cronograma físico e financeiro conforme previsto no cronograma da Logum".

Reportagem do O Liberal de 24 de janeiro deste ano apontou que, segundo resposta da empresa, o terminal aquaviário já começaria a operar no quarto trimestre de 2015.

A unidade em Araçatuba terá capacidade de movimentar 2,5 bilhões de litros por ano, fará parte de um Sistema Logístico de Etanol (logística, carga, descarga, movimentação e estocagem, operação de portos e terminais terrestres e aquaviários) que envolverá transportes multimodais: dutos, hidrovias (barcaças), rodovias (caminhões-tanques) e cabotagem (navios). Em abril de 2011 o diretor de engenharia da Logum, Moacir Megiolaro, esteve na prefeitura de Araçatuba e anunciou a construção do terminal no município. A promessa na época era de que a construção do terminal e das barcaças deveria ser simultânea e sincronizada. Na mesma reunião, o gerente do ERT, Delmo Pescuna, afirmou que quando ocorresse a entrega das barcaças, já deveria ter etanolestocado para transportar.

A promessa era de que os dois empreendimentos deveriam ser simultâneos. Não foi o que ocorreu. Um ano depois, em abril de 2012 o projeto do terminal da Logum foi aprovado e as obras deveriam começar rapidamente. Ainda segundo anúncio da época, o investimento seria de aproximadamente R$ 150 milhões na estrutura. A base teria oito tanques, com capacidade de armazenamento de 40 mil metros cúbicos de etanol. A promessa era de que até 2020, a capacidade de operação da base poderia chegar a 8,6 milhões de metros cúbicos de etanol, partindo de Araçatuba com destino ao município de Anhembi (SP). A construção, pelo projeto inicial, ainda contemplaria uma estrutura para recepcionar os caminhões, um heliponto, além de um píer avançado. O investimento total na plataforma, que incluía dutos e hidrovia poderia ultrapassar os R$ 7 bilhões.

Sistema de etanol

O Sistema Logístico Multimodal de Etanol da Logum, segundo a proposta que consta no institucional de seu site oficial, prevê a criação, no Sudeste e Centro-Oeste brasileiros, de corredores de transporte dutoviário e hidroviário de etanol, que funcionarão em conjunto com o sistema de distribuição já existente nestas regiões. O etanol será captado em terminais e transportado por dutos que interligam de Jataí (GO) a Paulínia (SP), pela Hidrovia Tietê-Paraná a Paulínia (SP). Paulínia será um hub (armazenamento principal), a partir deste ponto o etanol será distribuído para Terminais e portos do Rio de Janeiro e de São Paulo. Pela proposta da empresa, o etanol sai das usinas onde é produzido e levado em caminhões-tanque até os Terminais Terrestres e Aquaviários.

Nesses locais, o etanol é armazenado em tanques, para depois ser transportado por dutos e hidrovias. O etanol produzido nas regiões Centro-Oeste e Sudeste, será captado em nove terminais nas seguintes localizações:

- 6 Terminais Terrestres ao longo do duto, nas cidades de Jataí (GO), Quirinópolis (GO), Itumbiara (GO), Uberaba (MG), Ribeirão Preto (SP) e Paulínia (SP). 3 Terminais Aquaviários, localizados ao longo da Hidrovia Tietê-Paraná, nas cidades de Anhembi (SP), Araçatuba (SP), e Presidente Epitácio (SP).

Em testes

O primeiro comboio composto por quatro barcaças e um empurrador já está no rio Tietê em fase de testes e segundo o Estaleiro Rio Tietê (ERT) "será entregue tão logo a etapa seja finalizada. O segundo comboio está em construção e também será entregue neste ano, assim como o terceiro comboio", disse nota enviada pela assessoria de imprensa do consórcio na segunda semana deste mês.

Com relação á paralisação das barcaças no rio pelo fato de o terminal de etanol ainda não ter nem começado a ser construído, a Transpetro respondeu que "não trabalha com a hipótese da paralisação das barcaças" e que cabe a Logum prestar esclarecimento sobre o cronograma de implantação de seu projeto.

Em visita a Araçatuba no último dia 11 deste mês o pré-candidato ao governo do Estado de São Paulo, Alexandre Padilha (PT) e o ex-presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, andaram sobre as barcaças que já estão no rio em testes e quase prontas para começar a operar.


Fonte: O Liberal Regional - Araçatuba/SP
  • Imprima
    esse Conteúdo
  • Envie para
    um amigo
  • Compartilhar
    o conteúdo
  •  
  •  
  •  
  •  
  •