Curtindo o verão na Rússiavoltar

Publicado em : 11/04/2014
Curtindo o verão na Rússia

Que tal uma viagem pela Rússia? Ao pensar nesse roteiro, logo se pensa em paisagens com muita neve e frio. Mas para quem viaja ao País no final de junho, quando o verão está chegando ao Hemisfério Norte, corre até o risco de pegar uma corzinha. A beleza do País foi registrada pelas máquinas fotográficas e pelas recordações de um grupo de profissionais brasileiros do agronegócio que viajou à Europa, no mês passado, pelo programa GrandTour BMS. Empresários e executivos agrícolas dos setores de soja, milho e algodão, juntamente com suas esposas, fizeram parte do grupo, num total de 22 pessoas. A delegação embarcou em 9 de junho e ficou dez dias no Velho Continente, passando por dois países europeus: Bélgica e Rússia. 

O objetivo do intercâmbio é permitir que os parceiros da BMS do Brasil conheçam a fábrica e a estrutura da BMS na Bélgica, além de proporcionar integração e troca de informações entre os profissionais das usinas e executivos da empresa. Para promover a interatividade, foram desenvolvidos programas turísticos por cidades repletas de história e beleza. O GrandTour BMS fez um roteiro que começou na Bélgica, sede mundial da companhia, e se estendeu para a Rússia, onde passou por duas grandes cidades: Moscou e São Petersburgo.

Na Bélgica, o grupo conheceu a unidade fabril da BMS. Já em território russo, conheceu em Moscou o Kremlin, a praça Vermelha, a Catedral de São Basílio e o Teatro Bolshoi. Na parada seguinte, São Petersburgo – a segunda maior cidade russa e para muitos a mais bela no leste europeu -, destaque para as catedrais, como a de São Pedro e São Paulo, e de São Isaac, o Centro Histórico e o Museu Lenine. Para Giovani Almeida Cavalcanti de Albuquerque Filho, gerente comercial grãos da BMS, visitar a Rússia foi impressionante. “Não temos muitas informações sobre a beleza e as riquezas daquele País. Inclusive, não é um destino turístico tradicional dos brasileiros. Por isso, foi uma experiência que encantou a todos.”

Giovani gostou da imponência e requinte dos prédios históricos, todos preservados, ao mesmo tempo contrastando com edifícios altos e modernos, além da limpeza das ruas, da diversidade de museus e de bankers bem cuidados que rememoram o tempo de guerra. O que também chamou a atenção dele foram as noites curtas. “Nessa época do ano, às 23h30 o sol está se pondo e depois o dia amanhece antes das 5 horas da manhã. São as chamadas noites brancas.”

Segundo o gerente comercial, as pessoas foram escolhidas a dedo para a viagem. “Foram convidados clientes de importância nas suas áreas de produção. São grandes agricultores ou profissionais responsáveis por renomados grupos brasileiros de produção, principalmente dos estados da Bahia, Maranhão, Mato Grosso e Tocantins”, relata. Para todos que fizeram parte dessa edição do GrandTour BMS, a viagem foi inesquecível pela troca de informações e pela integração com outros produtores brasileiros e com os profissionais da BMS. Já como turistas, a viagem fica marcada pela beleza e pela riqueza cultural que encontraram na Bélgica e na Rússia. Mas o que deixou o roteiro ainda mais agradável para eles foi o fato de poderem levar suas esposas. “Não é comum, em viagens como essa, os executivos poderem levar suas mulheres. Por isso, no GrandTour BMS, puderam desfrutar muito mais da viagem.”

A próxima edição do programa GrandTour BMS, em setembro, terá a participação de clientes da empresa do setor sucroenergético. Informações com a BMS Brasil – fone: (11) 3085.8280 – www.bmsbrasil.com.br

 


Fonte: Da Redação
  • Imprima
    esse Conteúdo
  • Envie para
    um amigo
  • Compartilhar
    o conteúdo
  •  
  •  
  •  
  •  
  •