O setor sucroenergético tem o que comemorar neste 22 de março, Dia Mundial da Águavoltar

Publicado em : 22/03/2017
O setor sucroenergético tem o que comemorar neste 22 de março, Dia Mundial da Água

Setor reduziu a taxa média de captação de água da faixa de 15 a 20 m3/t de cana para a faixa de 1 a 2 m3/t de cana

O setor sucroenergético vem contribuindo decisivamente para a redução da taxa média de captação de água da faixa de 15 a 20 m3/t de cana para a faixa de 1 a 2 m3/t de cana. Ou seja: uma redução próxima de 95 % na captação de água.

Essa queda no consumo hídrico foi proporcionada por investimentos em reuso de água através de tratamento e recirculação, otimização do balanço hídrico industrial e adoção de novas tecnologias como, por exemplo, a limpeza a seco da cana.

Além disso, na última década, houve uma redução na demanda do setor por água industrial de 13% para 7% da água destinada para todos os setores do Estado de São Paulo. Em relação à oferta mínima de água no Estado, o setor demanda apenas 2,5% de água para seu uso industrial, o que derruba o mito de que o setor sucroenergético consome uma grande quantidade de água.

A Usina São Manoel, localizada no município paulista de São Manuel, é um ótimo exemplo, seu nível de captação de água está em menos de 1 m³/t de cana. No ciclo 2012/2013, o volume de água captado foi de 0,76 m3/t de cana. Já na safra 2014/2015, a média foi menor ainda, chegando a 0,57 m3/t de cana.

Uma das iniciativas adotadas pela São Manoel para a redução de uso de água, foi a substituição, no processo de destilação, do vapor de escape borbotado nas colunas B por vapor vegetal, o que economiza vapor de escape e, consequentemente, água. Porém, ainda sem alterar a relação vinhaça/etanol. Esta era uma meta da organização, que foi atingida em maio de 2014. A São Manoel alcançou a reutilização de 96% da água necessária ao processo da empresa.

Veja mais informações na revista Digital CanaOnline. No site www.canaonline.com.br você pode visualizar as edições da revista ou baixar grátis o pdf.
Mas se quiser ver a edição com muito mais interatividade ou tê-la à disposição no celular, baixe GRÁTIS o aplicativo CanaOnline para tablets e smartphones - Android ou IOS.


Fonte: CanaOnline
  • Imprima
    esse Conteúdo
  • Envie para
    um amigo
  • Compartilhar
    o conteúdo
  •  
  •  
  •  
  •  
  •