Preços do açúcar despencam após Índia aumentar imposto de importação para 50%voltar

Publicado em : 11/07/2017
Preços do açúcar despencam após Índia aumentar imposto de importação para 50%

Os preços do açúcar iniciaram a semana com forte baixa após o anúncio do governo indiano que aumentou de 40 para 50% o imposto sobre importação da commodity naquele país, o segundo mais produtor mundial, atrás apenas do Brasil. O aumento, segundo o governo da Índia, visa proteger o mercado nacional de açúcar deles após as cotações internacionais recuarem 30%.

De acordo com analistas ouvidos pelo jornal Valor Econômico de hoje, "segundo a indústria local (indiana), os preços mais baixos tornariam a importação viável mesmo com a taxa de 40%, pressionando o mercado interno e comprometendo os investimentos da próxima safra".

Com forte pressão sobre as cotações de todos os mercados, a decisão da Índia fez com que os contratos com vencimento em outubro/17 recuassem 59 pontos na Ice Future em Nova York, com negócios firmados em 13.56 centavos de dólar por libra-peso. As demais telas recuaram entre 52 e 54 pontos.

Londres acompanhou o início de semana baixista e viu seus contratos derreterem entre 7,50 e 13,10 dólares a tonelada. No vencimento de maior liquidez, agosto/17, a commodity foi vendida a US$ 405,00 a tonelada, US$ 13,10 a menos que as cotações de sexta-feira.


Mercado doméstico

Já o mercado interno brasileiro iniciou a semana em alta. De acordo com os índices do Cepea/Esalq, da USP, o açúcar cristal foi comercializado ontem a R$ 63,62 a saca de 50 quilos, variação positiva de 0,47% no comparativo com a sexta-feira.


Etanol diário

O etanol hidratado também fechou a segunda-feira em alta nos índices da Esalq/BVMF. O metro cúbico do biocombustível subiu ontem 0,19%, sendo negociado a R$ 1.332,00.


Rogério Mian


Fonte: Agência UDOP de Notícias
  • Imprima
    esse Conteúdo
  • Envie para
    um amigo
  • Compartilhar
    o conteúdo
  •  
  •  
  •  
  •  
  •