Preços do açúcar sobem por política de importação na Índia e alta do petróleovoltar

Publicado em : 07/09/2017
Preços do açúcar sobem por política de importação na Índia e alta do petróleo

Os contratos do açúcar na bolsa de Nova York subiram ontem (5) em meio à alta no preço do petróleo e das questões políticas de importação da commodity. "O mercado espera que o governo da Índia dê algum sinal positivo para as importações, já que nesta safra a produção, de 21 milhões de toneladas, é inferior às 25 milhões de toneladas de consumo interno", informou o jornal Valor Econômico de hoje (6).

Outro fator que sustentou os preços do açúcar foi o aumento do preço do petróleo, que torna o etanol mais competitivo no Brasil, "uma vez que estimula a produção do biocombustível pelas usinas do Brasil em detrimento do açúcar", afirmou a nota do Valor.

No vencimento outubro/17 da bolsa norte-americana, as cotações fecharam em 14.03 centavos de dólar por libra-peso, alta de 28 pontos. Na tela março/18, a valorização foi de 27 pontos, firmando negócios em 14.63 centavos de dólar por libra-peso. Os demais negócios subiram entre 23 e 25 pontos.

Em Londres, o dia também foi de alta nos preços do açúcar. No lote outubro/17, a commodity foi comercializada a US$ 377,50 a tonelada, alta de 3,40 dólares. No vencimento dezembro/17, os contratos subiram 1,90 dólar, sendo negociados a US$ 378,50 a tonelada. As demais telas fecharam com alta entre 2,10 e 2,40 dólares.

Mercado interno

No Brasil, os negócios para o açúcar caíram ontem, segundo o levantamento do Cepea/Esalq, da USP. A saca de 50 quilos do tipo cristal fechou em R$ 51,96, queda de 0,57% quando comparado ao valor praticado no dia anterior.

Etanol

O etanol hidratado segue sua sequência de alta nas usinas paulistas, de acordo com os índices da Esalq/BVMF. O biocombustível foi vendido a R$ 1.520,00 o metro cúbico, valorização de 0,72%.

 


Fonte: Udop
  • Imprima
    esse Conteúdo
  • Envie para
    um amigo
  • Compartilhar
    o conteúdo
  •  
  •  
  •  
  •  
  •