Produtores de cana veem certificação como bom negóciovoltar

Publicado em : 01/05/2017
Produtores de cana veem certificação como bom negócio
Boas práticas contribuem para a obtenção de um canavial bonito e do bem

Canavial certificado passará a ser requisito para quem pretende permanecer na atividade canavieira


Leonardo Ruiz

Quando o produtor rural ouve sobre certificação socioambiental, imagina ser algo distante de sua realidade, em decorrência das muitas regras e protocolos para sua obtenção. Acha que esse processo está ao alcance apenas das usinas. É verdade que a grande maioria dos canaviais certificados, que já soma 25% em todo o Brasil, pertence às unidades agroindustriais, no entanto, o produtor precisa aderir a essa tendência, pois, se quiser se manter na atividade, mais cedo ou mais tarde, terá de abrir a porteira para as certificações.

É que as usinaspara venderem seus produtos, seja interna ou externamente, precisam se adequar as regras do mercado, que cada vez mais exige o cumprimento das normas da certificação da matéria-prima, ou seja, o cliente apenas comprará açúcar ou etanol cuja produção tenha sido feita, em sua totalidade, seguindo práticas sustentáveis, o que inclui a cana de fornecedores.
E essa exigência ficará ainda mais acentuada a partir de 2020, pois várias empresas anunciaram que, após esse ano trabalharão exclusivamente com fornecedores que tenham como objetivo garantir a aquisição de 100% do açúcar de cana de fontes sustentáveis.

Entre as companhias que levantaram essa bandeira, destacam-se a Ferrero, General Mills, CSM, Bacardi, a Unilever e a Pepsico. Outras empresas ainda não se posicionaram sobre quando irão interromper a aquisição de matéria-prima não certificada, porém, já demonstram que isso ocorrerá em um futuro não tão distante. É o caso da Nestle, Shell, Coca-Cola, Mondelez, Kellog e PernodRicard.
Portanto, é essencial que os produtores comecem a buscar mais informações sobre as certificações, uma realidade no setor sucroenergético e que, futuramente, será vital para aqueles que desejam continuar no segmento.

 


  • Imprima
    esse Conteúdo
  • Envie para
    um amigo
  • Compartilhar
    o conteúdo
  •  
  •  
  •  
  •  
  •