Programa Aplique Bem completa 10 anos com 60 mil agricultores atendidos e terá 350 eventos em 2017voltar

Publicado em : 20/04/2017
Programa Aplique Bem completa 10 anos com 60 mil agricultores atendidos e terá 350 eventos em 2017


Projeto nascido no Brasil mira o uso racional de agroquímicos e chegou recentemente a países da África, das Américas do Sul e Central e à Ásia

Mudança de comportamento no campo previne contaminação de trabalhadores rurais e do meio ambiente e transfere qualidade à produção de alimentos

O Instituto Agronômico (IAC), órgão da Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo, e a empresa Arysta LifeScience, comemoram no mês de maio próximo os 10 anos de atividades de seu programa Aplique Bem. A iniciativa, cujo objetivo central é disseminar o uso racional de agroquímicos, já atingiu cerca de 60 mil agricultores desde 2007. Para este ano, a meta do programa é realizar pelo menos 350 atividades a campo na fronteira agrícola nacional.

Gratuito e desvinculado de apelo comercial, produtos ou marcas, o programa Aplique Bem auxilia pequenos e médios agricultores, bem como setores da agroindústria, a reduzir perdas decorrentes do mau uso de agroquímicos. Previne ainda a contaminação de trabalhadores rurais e do meio ambiente e fomenta a sustentabilidade da produção de alimentos, segundo explica o pesquisador Hamilton Ramos, coordenador do projeto.

De acordo com Ramos, cientista do Centro de Engenharia e Automação do IAC, a implementação do programa Aplique Bem é viabilizada pelo emprego de laboratórios móveis, ou Tech Móveis, financiados pela Arysta LifeScience. A execução das atividades, igualmente custeada pela empresa, também mobiliza engenheiros agrônomos contratados e treinados pelo IAC, por intermédio da FUNDAG – Fundação de Apoio à Pesquisa Agrícola. “Estes profissionais percorrem a fronteira agrícola durante o ano e dão treinamentos baseados no perfil de agricultores e empresas, nos cultivos agrícolas de cada propriedade visitada e no tamanho dessas lavouras”, explica Ramos.

Ramos salienta ainda que os veículos Tech Móveis são equipados com tecnologia de ponta. Tais ferramentas possibilitam, por exemplo, avaliar diferentes tipos de pulverizadores empregados na agricultura brasileira, incluindo a agricultura familiar, as médias propriedades e as grandes áreas cultivadas. Já os engenheiros agrônomos mobilizados no projeto orientam agricultores e empresas sobre tecnologias, equipamentos, práticas de manejo e medidas de segurança para aumentar a produtividade e conferir sustentabilidade à produção agrícola.

Alcance internacional - O pesquisador Hamilton Ramos revela que a partir de 2014 o programa Aplique Bem passou a ser realizado com a coordenação do IAC paulista em mais sete países: Burkina Faso, Costa do Marfim, Colômbia, Gana, Mali, México e Vietnã. A expectativa do IAC e da Arysta Lifescience, segundo afirma o cientista, é ampliar essa lista nos próximos anos, atuando principalmente em áreas do globo nas quais a agricultura demande aumento de produtividade e da segurança na produção de alimentos.

No território nacional, complementa Ramos, o programa Aplique Bem já percorreu os Estados da Bahia, Goiás, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Paraná, Rio de Janeiro, Alagoas, Pernambuco, Rio Grande do Norte, São Paulo, Sergipe, Paraíba e o Distrito Federal.

“Além do significativo número de 60 mil pessoas treinadas pelo Aplique Bem, é ainda mais gratificante presenciar no campo as mudanças de comportamento influenciadas pelo programa”, enfatiza Ramos. “O manejo de agroquímicos com equipamentos regulados, maquinário adequado e vestimentas de proteção reduz o volume de ingredientes ativos aplicados nas lavouras. Melhora, ainda, a produtividade de cultivos e os indicadores de saúde ocupacional das propriedades rurais e empresas do agronegócio”, finaliza o pesquisador.


Fonte: CanaOnline
  • Imprima
    esse Conteúdo
  • Envie para
    um amigo
  • Compartilhar
    o conteúdo
  •  
  •  
  •  
  •  
  •