Quebra na safra de cana vai paralisar usinasvoltar

Publicado em : 08/04/2014
Quebra na safra de cana vai paralisar usinas
Antonio de Pádua Rodrigues, diretor técnico da Unica (Foto: Divulgação Unica)

A próxima safra de cana começa em meados deste mês na região centro-sul com menos usinas em operação.

A previsão da Unica (União da Indústria da Cana-de-Açúcar) é que 12 unidades que processaram cana na safra passada deixarão de operar na próxima temporada. Responsável por 90% da produção nacional, o centro-sul tem aproximadamente 300 usinas de cana em atividade.

A política de preços para a gasolina, que prejudica a competitividade do etanol, e problemas de caixa em algumas empresas ajudam a explicar esse movimento.

Neste ano, porém, a oferta reduzida de cana será mais determinante para a paralisação de algumas unidades, segundo Antonio de Pádua Rodrigues, diretor técnico da Unica. "Algumas dessas 12 usinas deverão voltar a operar nas safras seguintes", diz.

Segundo ele, pelo menos três grupos diferentes que possuem usinas em regiões próximas preferiram interromper a moagem de uma de suas unidades nesta safra por causa do menor volume de cana disponível.

"É preferível paralisar uma das unidades a operar com capacidade ociosa em todas as usinas de um mesmo grupo. Não tem cana para todas elas", afirma Pádua.

As primeiras estimativas de consultorias para a safra 2014/15 apontam o processamento de 575 milhões de toneladas, uma queda de quase 4% em relação à anterior.

A Unica ainda trabalha na sua primeira estimativa de safra, mas a quebra é dada como certa pela entidade por causa da seca no centro-sul até meados de fevereiro.

No Nordeste, que começa o processamento em agosto, mais "duas ou três usinas" devem suspender as atividades nesta safra, diz Pádua.


Fonte: Folha de São Paulo
  • Imprima
    esse Conteúdo
  • Envie para
    um amigo
  • Compartilhar
    o conteúdo
  •  
  •  
  •  
  •  
  •