Usinas Itamarati e Jalles Machado estão entre as adeptas do PPI para desinfestação do banco de sementesvoltar

Publicado em : 08/11/2017
Usinas Itamarati e Jalles Machado estão entre as adeptas do PPI para desinfestação do banco de sementes
Igor Cruvinel: “Foi apenas com o PPI que conseguimos redução a pressão do banco de sementes” Foto: Leonardo Ruiz

O Pré-Plantio Incorporado (PPI) se tornou uma ferramenta importante no controle de plantas daninhas

Uma das principais preocupações da Usinas Itamarati, localizada no município mato-grossense de Nova Olímpia, é sua alta infestação de capim camalote (Rottboelliaexaltata), daninha extremamente agressiva e que pode diminuir a produtividade do canavial em até 100%. O gerente agrícola da unidade, Jari de Souza, afirma que as áreas com elevada presença dessa planta recebem aplicação de clomazone emPré-Plantio Incorporado (PPI).

A operação ocorre no momento da reforma do canavial, geralmente no final do ano, após a dessecação e antes da última grade niveladora. “Esse método realiza uma limpeza da área sem que sejam necessárias altas doses de produtos químicos pós plantio, que poderiam causar fitotoxidade à cana.”

Outra adepta ao PPI é a Usina Jalles Machado, de Goianésia/GO. A prática já foi muito utilizada no passado visando diminuir a infestação das brachiarias, daninhas mais agressivas encontradas nos canaviais da unidade. “Foi apenas com o PPI que conseguimos reduzir a pressão do banco de sementes”, conta o gestor de tratos culturais da empresa, Igor Cruvinel.

Hoje, com um banco de sementes menos numeroso, a estratégia da Jalles é não deixar as plantas daninhas produzir sementes. “Todo nosso foco é para uma aplicação de produtos em pré-emergência das ervas invasoras, visando eliminá-las antes que que produzam novas sementes, que elevarão novamente a pressão no solo.”

Veja matéria completa na editoria Fitotécnico, na edição 47 da revista Digital CanaOnline. No site www.canaonline.com.br você pode visualizar as edições da revista ou baixar grátis o pdf.
Mas se quiser ver a edição com muito mais interatividade ou tê-la à disposição no celular, baixe GRÁTIS o aplicativo CanaOnline para tablets e smartphones - Android ou IOS.


Fonte: CanaOnline
  • Imprima
    esse Conteúdo
  • Envie para
    um amigo
  • Compartilhar
    o conteúdo
  •  
  •  
  •  
  •  
  •