Usinas vão ajudar a desenvolver a plantadora do Plene Emeraldvoltar

Publicado em : 04/07/2017
Usinas vão ajudar a desenvolver a plantadora do Plene Emerald
Plantio do Plene Emerald será feito com menos máquinas e com apenas 200 quilos de sementes artificiais por hectare

Em conjunto com as usinas, a Syngenta irá desenvolver a plantadora ideal para o Plene Emerald. Leandro Amaral, diretor de Marketing da Syngenta conta que foi fechado um acordo com uma empresa inglesa que produz plantadora de batatas, para desenvolver um projeto que será apresentado às usinas ainda no papel. A partir das sugestões dos profissionais do setor sobre sulcação, adubação, rendimento da máquina e segurança, a fábrica inglesa desenvolverá um projeto piloto, que será utilizado, em 2018, no plantio das 10 áreas com ambientais diferentes. Nessa fase, a plantadora será testada, aperfeiçoada e chegará a um conceito final, que servirá como base para a fabricação da plantadora comercial, que será produzida por alguma empresa brasileira que fechar parceria com a Syngenta.

O desempenho da plantadora do Emerald, ressalta Amaral, deverá ser o de plantar no mínimo 8 hectares por dia, que já é o dobro do plantio atual, mas em talhões maiores, sem quebra, pode chegar a 30 hectares/dia, dependerá da quantidade de linhas que conseguir levar. O plantio atual, que utiliza cerca de 20 toneladas de cana por hectare cairá para apenas 200 quilos, pois as sementes artificiais, que pesam de 5 a 10 gramas, serão colocadas equidistantes no sulco, duas por metro.

Essa redução da quantidade de cana utilizada impactará positivamente o caixa das usinas e produtores, pois o processo irá demandar tratores com potência inferior e um número bem menor de equipamentos. Estima-se, por exemplo, que a quantidade de caminhões necessários para o plantio irá cair de 30 para apenas um. Já as colhedoras serão extintas da operação, devido ao fato de que não será mais preciso colher mudas. A quantidade de pessoas envolvidas será reduzida, enquanto o número de plantadoras cairá pela metade, de nove para quatro. Para melhorar a qualidade da operação, a Syngenta contribuirá na qualificação desses profissionais. O cliente poderá adquirir a máquina, ou, dependendo do contrato, a Syngenta realizará o plantio.

Veja matéria completa na editoria Capa na edição 43 da revista Digital CanaOnline. No site www.canaonline.com.br você pode visualizar as edições da revista ou baixar grátis o pdf.
Mas se quiser ver a edição com muito mais interatividade ou tê-la à disposição no celular, baixe GRÁTIS o aplicativo CanaOnline para tablets e smartphones - Android ou IOS.


Fonte: CanaOnline
  • Imprima
    esse Conteúdo
  • Envie para
    um amigo
  • Compartilhar
    o conteúdo
  •  
  •  
  •  
  •  
  •